Barra Brasil

NoticiasLinux.com.br

Scribus chega à versão 1.4.0

2012-01-03 20h47min




Depois de quatro anos de desenvolvimento, o time do Scribus lançou a versão 1.4.0 de sua aplicação de editoração eletrônica. A grande mudança nesta versão é a troca para o framework Qt4, já que antes era baseado na Qt3. Os desenvolvedores dizem que a mudança em si foi rápida, mas os ajustes e uso de novas características do framework "tomaram um bom tempo". O resultado é que o Scribus agora está no mesmo nível de confiabilidade em todas as plataformas suportadas.
Esta atualização inclui ferramentas gráficas extendidas, efeitos vetoriais e operações de caminhos booleanos, bem como um novo editor de estilo de linha. Texto avançado e opções de tipografia incluem margens ópticas, estilos de caractere e um novo script que substitui aspas por marcas tipograficas de citação baseadas nas configurações de idioma do usuário. Um novo frame chamado "Render Frame" pode ser completado com arquivos PostScript, PDF ou PNG a partir de programas externos como LaTeX, Lilypond ou POV-Ray através da linha de comando; isto foi desenvolvido como um projeto do Google Summer of Code (GSoC) e é projetado para ser particularmente beneficial na criação de publicações científicas.
O Scribus 1.4.0 pode importar gráficos vetoriais do Adobe Illustrator e Photoshop completamente, com caminhos de clip e camadas PSD. O programa suporta filtros não-destrutivos e dados EXIF. Há novidades também na exportação para PDF e PostScript, inclusive com arquivos EPS e PDF embutidos como gráficos vetoriais.

Mais nas notas de lançamento: http://wiki.scribus.net/canvas/1.4.0_Release
Anúncio: http://rants.scribus.net/2012/01/02/scribus-1-4-0-released/
Fonte: http://www.h-online.com/open/n[...]software-released-1402766.html







Comentários dos leitores:


Postado por Cícero Morae@201.25.xx.xxx [site] [e-mail] em 05/01/2012 11h20min:
Show! Um dia aprendo a trabalhar com ele :)



Postar seu comentário no site:
Nome:

E-mail:

Site:

Comentários (Não use tags HTML):

Caracteres digitados: 0
Limite de caracteres: 3000.
Manter meu nome e e-mail para futuros comentários.

Digite os números da imagem:
Verificação de Segurança